segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Dilma engasga e perde feio debate na TV Record - fosse na Globo a eleição estaria perdida

O debate realizado essa noite da rede de televisão Record mostrou um abismo entre José Serra e Dilma Rousseff. Dilma engasgou muito, mostrou-se nervosa e insegura mais que em todos os outros debates em que participou até hoje. A impressão era até que estivesse com a saúde debilitada.

José Serra estava mais ativo que nos outros debates. Nessa edição Serra resolveu não levar o menor desaforo para casa, rebatendo firmemente cada mentira levantada por Dilma. Nunca, nessa eleição, Serra esteve tão bem e Dilma tão mal. Fosse esse o debate faltal da Rede Globo, que tem muito mais audiência e é transmitido em horário amigável ao trabalhador que precisa acordar cedo, Dilma estaria com a eleição perdida. Sua sorte é que o debate da Record começou passadas as onze horas da noite e ainda haverá tempo para que a rede de blogs financiados pela Caixa Econômica Federal, Petrobras, BNDES e Banco do Brasil soltem falsas opiniões favoráveis (como sempre) a quem lhes financia.

placar final: Serra 8 X 0 Dilma

======================================


A pergunta ainda sem resposta

Os debates anteriores informaram reiteradamente que Dilma Rousseff não precisa de ajuda para perder qualquer duelo verbal: inimiga jurada de ss e rr, quase inteiramente desprovida de raciocínio lógico, Dilma ou não diz coisa com coisa ou despeja platitudes, obviedades e rematadas cretinices. No confronto na TV Record, pela primeira vez José Serra pareceu compreender que disputa a Presidência da República contra a adversária que todo candidato pede a Deus ─ e foi à luta. No penúltimo debate da campanha, enfim ajudou a mostrar Dilma como ela é.

As perguntas que fez e as respostas que deu contribuíram para escancarar a impostura. Os espectadores com mais de 10 neurônios entenderam que a gerente de país nunca existiu: o PAC é uma piada, as obras não saem do papel, a executiva genial só conjuga no futuro verbos como fazer e construir . Entenderam que a administradora onipresente e onisciente é tão real quanto o diploma de doutora: quem ignora ou nem percebe as bandalheiras da melhor amiga na sala ao lado não pode pilotar sequer um triciclo. Entenderam que Dilma Rousseff, antes e acima de tudo, tem tanto compromisso com a verdade quanto um estelionatário vocacional.

Para desmontar a fraude, Serra não precisou ser agressivo, nem áspero, muito menos grosseiro. Bastou falar sem rodeios. Durante duas horas, respondeu com firmeza e fez as perguntas que deveria ter feito. Por isso mesmo, restou uma pergunta ainda sem resposta: por que o candidato da oposição não agiu assim desde o primeiro segundo do primeiro debate do primeiro turno?

Do sempre genial Augusto Nunes

12 comentários:

  1. Além de ser uma péssima análise crítica sobre o debate. Você não soube transmitir nada do que aconteceu no debate da record. Realmente, se tem alguém que perdeu, foi você. Péssimo texto. E espere até dia 31 para ver o resultado. Você, no mínimo, é um tucano que não sabe nem escrever.

    ResponderExcluir
  2. Dilma foi estraçalhada pelo Serra, isso é incontestável, basta ler a grita dos petistas: sentiram o golpe e agora molham as calças de medo do derradeiro debate global... kkkk

    Lembrando sempre que as pesquisas internas tanto do PT quanto do PSDB apontam empate técnico. tá tudo por decidir ainda.

    ResponderExcluir
  3. Serra perdeu uma grande oportunidade de demonstrar o seu preparo neste debate. De fato, o candidato se deteu em tentar desqualificar sua adversária de modo deselegante e grosseiro o tempo todo, além de demonstrar exacerbada soberba, o que não caberia demonstrar justo nesse momento.
    Serra demonstrou agir como um garoto birrão, em busca de um brinquedo novo que está fora de seu alcance. Serra partiu pro desespero, o que lhe afasta cada vez mais da presidência. Certamente ele perdeu o voto de muitos eleitores indecisos. Eu, particularmente, estava indeciso, mas, agora decidi que não cabe votar num poço de vaidades e agocentrismo.
    Realmente Dilma parece ser o melhor para o Brasil, pois tentou monstrar suas propostas, mesmo em meio ao turbilhão de insultos e deboches de Serra.
    Serra se acabou!

    ResponderExcluir
  4. DIlma engasgou mais que carro a alcool no inverno!

    ResponderExcluir
  5. Alguém pode me dizer se a guerrilheira Dilma ainda está proibida de entrar nos EUA?

    ResponderExcluir
  6. Chega a ser divertido. João Santana, marqueteiro do PT, especialista em pautar jornalistas — e muitos se deixam pautar —, está espalhando que Serra foi muito agressivo no debate, “arrogante”. Aliás, Dilma chegou a dizer isso, seguindo a orientação do publicitário, claro! Durante o debate, ela afirmou que o adversário estava “dizendo mentiras”, que “estava enrolando” etc. Mas “agressivo” foi o outro. A verdade inquestionável é que Serra foi indubitavelmente melhor. E restou ao PT acusar o vencedor de arrogância.

    O engraçado é que, em parte, Santana está sendo bem-sucedido. Já há um monte de textos por aí afirmando: “Serra parte para o ataque”. Ora, os dois atacaram. A questão é de outra natureza: qual deles assentou suas teses em mentiras?

    ResponderExcluir
  7. Ainda está.
    Estamos investindo e gastando dinheiro público em um figura sem condições essa Dilma

    ResponderExcluir
  8. Pode entrar sim, aliás, entrou lá várias vezes como ministra. Apesar de ter pertencido a organizações de extremíssima esquerda que praticaram atentados terroristas no passado, não tem restrições de visto.

    ResponderExcluir
  9. imprensa marrom véio

    ResponderExcluir
  10. E aí? Vamos permitir uma mulher desse naipe dirigindo uma nação tão importante no contexto mundial? Ela não representa de jeito nenhum a mulher brasileira

    ResponderExcluir
  11. hum, se Dilma ganhar, a fama da mulher brasileira (de ser uma das mais bonitas do mundo) vai por água abaixo! kkkkkk

    ResponderExcluir
  12. Dilma parece um piguim gordo andando e um papagaio falando. No convívio pessoal, dizem que é um cavalo.

    ResponderExcluir